terça-feira, 9 de janeiro de 2018

A saga de Rom, o Cavaleiro do Espaço - capítulo 1

Em 1979, no perímetro urbano da cidade de Clairton, no interior do estado norte-americano de Virgínia Ocidental, cai um meteoro, durante a madrugada. De dentro da rocha, ainda em chamas pela fricção contra a atmosfera terrestre, emerge uma figura metálica. De aparência humanoide,a figura tem luzes vermelhas pulsantes no lugar onde ficariam os olhos. Ela caminha para a rodovia que leva à cidade e é surpreendido por um carro, dirigido pela jovem Brandy Clark. A jovem assustada pela figura de quase dois metros de altura tenta desviar o carro e quase cai no barranco. É salva pela criatura, que agarra os pára-choques traseiros do carro com as mãos. Ela se arrasta para fora do carro, e sentada vê a figura que a assustou se aproximar. Um estranho aparelho se materializa em uma das mãos da criatura e dispara um intenso facho de luz vermelha. Ela grita, temendo ser ferida, mas nada ocorre. Foguetes nas costas da criatura são acionados e ela eleva-se no ar. Como um míssil, dispara em direção à cidade, sob o olhar da garota.

Assim começa a saga de Rom, o Cavaleiro do Espaço, que estreou em sua própria revista em dezembro de 1979 e foi publicado no Brasil em fevereiro de 1982. Nos próximos artigos, contaremos toda a saga desse personagem que vivei em um ostracismo nas histórias em quadrinhos entre 1988 e 2016.

A estreia de Rom no Brasil
A estreia de Rom nos Estados Unidos

Nenhum comentário:

Postar um comentário